Mundo

10 países que possuem leis duras contra drogas

Com o uso sistemático de penas de morte que violam o direito internacional, Singapura tem enviado dezenas de pessoas pegas com drogas ao corredor da morte. Isso é o que informa a Anistia Internacional em seu novo relatório. Veja a lista de 10 países com leis rigorosas contra usuários e traficante de drogas.

1. Japão

Não vá pensando que é fácil ser usuário de drogas no Japão: policiais têm autorização para exigir amostras de urina de turistas a qualquer momento. E se você for pego, meu filho, as coisas ficam bem feias… Você pode ser detido imediatamente, sem direito a fiança, telefonema ou advogado por até 30 dias – período no qual você é torturado com privação de sono e xingamentos.

Internet Móvel

Além disso, descongestionantes nasais, analgésicos e antialérgicos são considerados tão perigosos quanto heroína ou ecstasy. Os índices de condenações em caso de prisão são de 99,9%!

2. Vietnã

Se você for pego com drogas no Vietnã, possivelmente será enviado a um centro de reabilitação. Tudo muito suave, se isso não fosse um sinônimo de “campo de trabalhos forçados”. Você vai trabalhar de graça, fazendo produtos para empresas multinacionais. E se você se recusar, vai tomar uma surra daquelas. E um último detalhe: a condenação não tem um prazo para acabar.

3. China

Atualmente, o país está atenuando suas penas contra usuários de drogas. Só que, por “atenuar”, eles entendem: “vamos prender esse bando de viciado por mais de meia década”. É isso mesmo! Primeiro, o usuário passa 3 anos em um “centro de desintoxicação”, bastante similar a uma cadeia. Depois, são mais 3 anos em “reabilitação comunitária”, que é como uma liberdade condicional.

4. Cingapura

Cerca de 15 gramas de maconha ou 3 gramas de cocaína já são o suficiente para você ser considerado um traficante nesse país. E por lá tem até pena de morte para alguns traficantes, então pense bem antes de fazer qualquer coisa errada. Caso você escape da execução, fique preparado para uma longa estada na cadeia.

Outro problema no país é como eles aceitam as provas: se uma droga for encontrada em seu terreno, por exemplo, ela é considerada sua, por mais que você esperneie falando que não. Então, tente não criar nenhuma desavença com habitantes locais. Nunca se sabe como a vingança pode te afetar…

5. Emirados Árabes Unidos

O país raramente executa usuários de drogas, mas faz de suas vidas um inferno. Primeiro: você pode estar em “posse” de uma substância ilícita na sua corrente sanguínea. Isto é, por mais que você já tenha consumido a droga antes de ir para o país, se ela está no seu organismo, significa que você vai para o xilindró.

Entre outras coisas, o país também considera analgésicos e sementes de papoula como drogas. Não é incomum você tomar um paracetamol em pleno voo, para aliviar uma dor de cabeça, e descer do avião direto para a cadeia. Ou quem sabe você comeu um pãozinho integral, com diversas sementes, antes de viajar e descobre da pior maneira que duas migalhas de “drogas” caíram na sua roupa…

6. Coreia do Norte

Enquanto alguns países são bem radicais, a Coreia do Norte se mostra bastante liberal para certas drogas. Sim, você não está lendo errado: por lá, é perfeitamente comum produzir e vender metanfetaminas para as visitas! E você não precisa nem ser o Walter White para isso…

Entretanto, para outras drogas o regime continua sendo bem mais severo. Apesar de o site Vice ter noticiado que a maconha é perfeitamente legal em Pyongyang, capital do país, o The Guardian explicou que, na realidade, as coisas funcionam de maneira um pouquinho diferente. Você pode ser até mesmo executado se fumar em público.

7. Indonésia

Recentemente, dois brasileiros foram executados na Indonésia depois de serem acusados de tráfico internacional de drogas. O regime antidrogas é tão ferrenho que, em 2009, o governo exigiu que os pais entregassem os filhos que estivessem usando substâncias ilícitas – sob risco de todos serem considerados cúmplices se não cumprissem a lei. E por lá, até mesmo drogas na corrente sanguínea podem ser provas de que você merece a morte.

8. Irã

Esse é um dos países mais contraditórios quando o assunto são drogas. Todo ano, o Irã executa inúmeros traficantes, e a população carcerária conta com até 70% dos presos sendo acusados de tráfico. Só que, estranhamente, muitos deles são mandados para centros de tratamento contra o vício, onde recebem agulhas descartáveis!

No governo, está crescendo a campanha pela liberação das drogas, principalmente a maconha e o ópio. Isso reduziria drasticamente o número de presos e praticamente acabaria com a pena de morte no país.

9. Territórios controlados pelo Estado Islâmico

Se você faz parte da organização terrorista, não há mal algum em beber, fumar ou comercializar drogas. Porém, se você é contra o autoritarismo do Estado Islâmico, é bem grande a chance de você receber 100 chicotadas simplesmente por pitar aquele cigarrinho em público.

10. Arábia Saudita

Um dos piores lugares do mundo para ser usuário de drogas é a Arábia Saudita. Execuções públicas de viciados são bem comuns no país. Você é arrastado pelas ruas e depois decapitado na frente de homens, mulheres e crianças. Além disso, há uma grande chance de o seu corpo ficar em exposição como uma espécie de “alerta” para os outros.