Comunidade

Yami no Ichinichi – O Crime que abalou a Colônia Japonesa no Brasil

“Yami no Ichinichi” é um documentário dirigido por Mario Jun Okuhara no ano de 2012. O documentário fala sobre as duras restrições impostas aos imigrantes japoneses pela ditadura, além dos conflitos internos que ocorreram dentro da comunidade japonesa no Brasil durante o pós-guerra.

Nesta época, os imigrantes eram proibidos de falar japonês e de terem acesso a qualquer veículo de comunicação em língua japonesa. O intuito de impedir eles tivessem conhecimento da situação do Japão durante a Segunda Guerra Mundial. Essa repressão desencadeou uma onda de violência dentro da colônia.

Sinopse de Yami no Ichinichi

Internet Móvel

O documentário Yami no Ichinichi traz a saga de Tokuichi Hidaka, que, em 1946, aos 19 anos de idade, foi um dos autores do assassinato do coronel Jinsaku Wakiyama, em crime atribuído a uma entidade denominada Shindo Renmei (Liga dos Caminhos dos Súditos).

Entregou-se à polícia com o restante do grupo e cumpriu 15 anos de prisão. Em liberdade, sofreu a punição da colônia japonesa: foi discriminado, condenado ao ostracismo, sem oportunidade para contar a sua versão.

Décadas mais tarde, Hidaka inicia uma busca por amigos e pessoas desse período para reconstruir a memória da época e encontrar o sentido da sua vida no Brasil.

Nesta nova versão do documentário, integrantes da família Wakiyama falam do papel exercido por Jinsaku na comunidade nipo-brasileira paulista dos anos 1940 e expõem seu ponto de vista sobre os fatos.

Se você já leu o livro Corações Sujos ou assistiu o filme, já estará familiarizado sobre o tema central deste documentário excepcional. Vale a pena conferir!

Assista ao documentário

 

Fonte: Japão em Foco