Esporte

Após fazerem sucesso nas redes, compositores de ‘Arigatô, Fogão’ falam de samba para japonês Honda

Entre o Botafogo e o samba existe uma ligação especial: além de nomes conhecidos que torciam pelo Alvinegro, um samba ficou na boca dos torcedores após a chegada do craque japonês Keisuke Honda ao clube carioca. O meio-campista é a grande contratação do Glorioso para a temporada de 2020.

Embora o time Alvinegro tenha sofrido com a eliminação da Taça Guanabara e com a demissão do técnico Alberto Valentim, a grande festa dos torcedores ficou com o desembarque do novo camisa 4 e a repercussão nas redes sociais com o ídolo japonês.

Com isso, Léo Russo, Marcelo Adnet e Wanderley Monteiro, amantes do samba, resolveram criar uma homenagem ao atleta. Vale lembrar que no mundo do samba, os botafoguenses tem como personagens destacáveis Beth Carvalho e Zeca Pagodinho, grandes nomes recentes do mundo da música.

– Dois amigos comentaram sobre a chegada do Honda. Comecei a fazer a música, fiz um início da canção e liguei para o Wanderley Monteiro, consagrado, campeão no samba, e chamei ele; Nisso lembrei do Marcelo Adnet. Sentamos para fazer a música na quarta-feira (5/02) e em poucas horas ela estava pronta – disse Léo Russo, que é cantor e compositor, e seguiu:

– Nisso gravamos e viralizou no Whatsapp, Instagram,… A torcida adorou o samba, bem botafoguense – afirmou o apaixonado pelo time de General Severiano.

Russo ainda esteve com o novo atleta do Glorioso durante a festa de apresentação, no Nilton Santos, no último sábado, e cantou a música com o craque, que parecia pouco entender da Língua Portuguesa.

– Como esse ano assino com parceiros o samba da São Clemente e Botafogo Samba Clube (junção) , gostei muito da experiência e o samba já faz parte da minha vida. A visita deles lá em casa rendeu uns chopes e esse samba em homenagem a Keisuke Honda – lembrou o humorista Marcelo Adnet.

Veja o que disseram os compositores sobre o vídeo que bombou e sobre as expectativas com Honda nos campos brasileiros:

Como surgiu a ideia de fazer a canção para o Honda?
Wanderley Monteiro: – O Léo Russo me ligou com a ideia dizendo que ia convidar também o Marcelo. Eu gostei de primeira. Então ele mandou a primeira parte que já tinha feito e, eu dei sequência aquela ideia. Depois fomos ajeitando uma palavra aqui outra ali, sobe a melodia ali, desce aqui, e assim fizemos o samba – explicou Wanderley , cantor e compositor de sambas.

Léo Russo: – É um negócio interessante. Um clube carioca contratando um jogador consagrado do Japão. Ele jogou três Copas do Mundo… E resolvemos misturar a feijoada com sushi. Nós fizemos o vídeo, ficou legal e tem muito torcedor de outros clubes me dizendo que curtiu a música. O samba é isso… – completou.

O que vocês esperam do meia japonês no Glorioso?
Marcelo Adnet: – Um ansioso, mas em paz. O Botafoguense é defumado pelo pessimismo e realismo então sabe reconhecer os momentos mais positivos. O Honda é elegante, simpático, educado, dedicado. Já somos fãs! Yokoso Honda! (“Bem-vindo, Honda”, em japonês) – ponderou o comediante.

Léo Russo: – Espero que o Honda honre a camisa do Botafogo. Nós elogiamos ele na música, tratamos com carinho, mas esperamos que ele “honre a camisa do Mané”, como na música. Mais um gringo dando alegrias aos botafoguenses, com o Loco Abreu, Seedorf – comentou o torcedor do Glorioso, que reafirmou a ligação do clube com o estilo musical:

– Se virar música de arquibancada, melhor ainda. Estaremos lá cantando junto. É bom lembrar que Botafogo e samba têm tudo a ver: Beth carvalho, Clara Nunes, Luiz Carlos da Vila, Roberto Ribeiro, o mestre Zeca Pagodinho – finalizou.

Wanderley Monteiro: – Meu Clube passa por uma grave crise financeira. No futebol tudo é aposta, haja vista Montillo, Diego Souza, ou um pouco mais atrás, Valdeir, Marinho Chagas e etc. Estou esperançoso que dê certo. Vamos torcer – apostou o artista.

Embora o craque não tenha estreado ainda nos campos brasileiros, ele acompanhou, neste domingo, a goleada do Fluminense sobre o seu novo clube, por 3 a 0, no Maracanã. Além disso, os dirigentes prepararam uma festa para os torcedores, no sábado, conhecerem meia japonês.