Notícias

Novo Suzuki Swift 2020 estreia no Japão com interessantes novidades

Acaba de ser apresentado no Japão o novo Suzuki Swift. O popular utilitário da Suzuki sofre um importante facelift que permitirá que esta geração enfrente o resto de vida comercial que tem pela frente. Uma atualização de meio ciclo de vida que já é oficial no país natal do modelo. Ali sua comercialização já está em marcha.

A verdade é que as mudanças estéticas não são realmente relevantes, embora visíveis. A grade estreia novidades e o para-choque dianteiro foi revisado ligeiramente. Há disponíveis vários desenhos de rodas, e todas são novas. Na traseira não há novidades.

Internet Móvel

As opções de personalização foram incrementadas graças à introdução de novos jogos de rodas de liga leve. Também foram acrescentadas duas novas opções de pintura bicolor para a carroceria: laranja Flame Orange Pearl metalizado com o teto em preto e amarelo Rush Yellow metalizado com o teto na cor prata.

Com relação ao interior do novo Swift destinado ao mercado japonês surge um habitáculo que parece muito familiar. É lógico, já que mudou muito pouco. O quadro de instrumentos apresenta novos ajustes e os bancos apresentam um novo estofamento de tecido. Também foi melhorada a tela de 4.2 plugadas que tem os instrumentos. Uma das novidades que recebe o equipamento tecnológico é uma câmera de visão em 360 graus.

Quanto à parte mecânica, novamente devemos considerar que estamos falando do modelo destinado ao mercado japonês, de modo que sua linha de motores pode variar com relação à que podemos encontrar, por exemplo, na Europa ou na Índia. No país do sol nascente será oferecido com um motor a gasolina de 1.2 litros K12C de 91 cv e 118 Nm de torque máximo. A eletrificação continuará estando presente na oferta.

O novo Suzuki Swift 2020 será oferecido também com duas versões híbridas. A opção mais simples é uma versão híbrida leve (Mild Hybrid) denominada SHVS pela marca. Um escalão acima se situa uma versão híbrida completa que combina o motor a gasolina com um elétrico de 14 cv e 30 Nm, assim como uma bateria de íons de lítio de maior capacidade.

Dependendo da mecânica escolhida haverá uma transmissão manual de cinco velocidades ou uma automática tipo CVT. Também continuará sendo possível configurar um sistema de tração total.