Comunidade Destaque

Festival Brasil em Tóquio começa amanhã. Veja quem se apresentará no sábado.

Uma grande festa no maior palco ao ar livre do Japão vai reunir dezenas de artistas brasileiros e japoneses para celebrar a 14* edição do Festival Brasil. Todos os anos milhares de japoneses e brasileiros prestigiam o evento. “O Festival Brasil” tem como intuito promover os laços dos dois países. Esse ano quem encerra o primeiro dia do Festival é a banda “Sangue B+A+O” liderada por Jhony Sasaki.

Internet Móvel

Veja alguns artistas que vão se apresentar no Festival Brasil no sábado dia 20 de julho.
1- Leo Nakayama

Cantor brasileiro e compositor, Leo Nakayama vai se apresentar no Festival Brasil 2019 organizado pela CCBJ. Ele nasceu em São Paulo, mas foi criado no Rio de Janeiro. Na cidade de Petrópolis, era integrante de uma banda pelo qual cantava e tocava guitarra nos estilos MPB, bossa nova e samba.

Veio ao Japão em 1992. Ele se apresenta em restaurantes brasileiros e eventos junto com músicos japoneses, tocando vários ritmos brasileiros.

2- Zenkyu Ogawa

O cantor Zenkyu Ogawa compôs a música Hyaku to Ju no Wadachi no ano passado em homenagem ao aniversário de 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil. Para gravar junto com essa canção, ele até produziu uma faixa com letra em português intitulada Sorrindo. Este ano, o músico vai estrear no palco do Festival Brasil 2019.

3- REI CAPOEIRAP

Músico e produtor japonês, REI CAPOEIRAP foi ao Brasil há mais de 15 anos e se apaixonou pelo país. Ele já compôs músicas sobre caipirinha, ginga da capoeira, Rio de Janeiro, etc. O estilo musical é J-Samba Pop, baile funk, tecno brega, etc.

Ele também lançou a música intitulada “Saúde, Saudade” em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil. O clipe musical foi gravado em São Paulo e Japão.

3- Lincon do Cavaco

O músico cavaquista, violonista e cantor Lincon do Cavaco vai se apresentar no Festival Brasil 2019. Sempre envolvido com a música no Japão, já foi puxador de escola de samba no Carnaval de Asakusa de Tóquio.

Lincon veio ao Japão em 1999 e tocou em várias casas noturnas. Atualmente faz shows em Aichi nos finais de semana.

4- Andrea Amorim

Andrea Amorim é outro grande nome da programação de shows do Festival Brasil organizado pela Câmara de Comércio Brasileira no Japão (CCBJ). Cantora e compositora brasileira, ela gravou com grandes artistas brasileiros como Roberto Menescal, lenda da bossa nova, com quem gravou o álbum “Bossa de Alma Nova”, recebendo prêmio Grammy Latino Lifetime Achievement, em 2013.

5- Duo Sabiá e Banda

A cantora Sueli Gushi é a vocalista de Duo Sabiá e Banda. Ela faz dupla com o japonês Hiroshi Nakanuma, que toca violão. Eles vão se apresentar no Festival Brasil da CCBJ.

Juntos desde 2010, Duo Sabiá mostra a diversidade da música brasileira com ritmos como forró, frevo, carimbó, axé, etc. Neste ano, Sueli Gushi completa dez anos de carreira como cantora.

6- Banda Girassol

A Banda Girassol é um grupo feminino de samba reggae que vai estar no palco do Festival Brasil 2019, evento organizado pela Câmara de Comércio Brasileira no Japão. Formado por dançarinas japonesas que gostam de samba e da música da Bahia. Criado em 2005, o grupo vem se apresentando em festivais de percussão e música brasileira no Japão.

6- Banda Forró Legal

Kenji “Carlos”Matsumoto (voz, percussão), Hide (voz,violão), Mi-tchan (voz,sanfona), Kumi (voz, triângulo), Mestre Kepel Kimura (voz, zabumba) formam a Banda Forró Legal. É o primeiro grupo de forró no Japão.

A banda fez 17 anos da carreira. A banda já tocou com o violonista Toninho Horta, de Minas Gerais, na festa de verão 2004. Em 2017, a banda tocou com Elba Ramalho, a rainha de forró, no Festival Brasil da CCBJ. Em 2018, a banda japonesa tocou forró no palco do SESC, em São Paulo.

A Banda Forró Legal vai se apresentar no Festival Brasil da CCBJ junto com o cantor Renato Braz.

7- Renato Braz

O cantor Renato Braz fará apresentação especial no Festival Brasil organizado pela Câmara de Comércio Brasileira no Japão nos dias 20 e 21 de julho, no Parque Yoyogi, Tóquio. Ele lançou, no ano passado, álbum intitulado “Canto guerreira – Levantados do chão”. O CD tem participação dos grandes compositores e cantores Chico Buarque, Gilberto Gil e Milton Nascimento.

Nascido em São Paulo, Renato Braz cresceu com a música. Aos 15 anos começou a se familiarizar com a percussão e logo assumiu o posto de baterista tocando nas noites.

Como vocalista e baterista, Renato Braz cresceu cantando em festivais. O artista teve a chance de se apresentar ao lado de grandes nomes da música brasileira como Luiz Melodia, Antônio Nóbrega e Ney Matogrosso, ganhando reconhecimento e público.

8- John Calixto

John Calixto é um poeta e cantor da comunidade brasileira no Japão e vai se apresentar no Festival Brasil 2019 da CCBJ.

Sempre envolvido em eventos ligados à música brasileira, fundou em 2011 o grupo “Som Nascente”, do qual surgiu o projeto “Tributo à
Legião Urbana”, celebrando a banda por ocasião dos 15 anos da morte de Renato Russo, seu fundador. Ainda em 2011, organizou um bem sucedido torneio de karaokê intitulado “Taça Brasil de Canto-Livre”.

John também é escritor, tendo publicado um livro de poesias ainda na juventude, em 1997, intitulado o “Pensamento”. Atualmente está inserido em um projeto musical (dentro do grupo Som Nascente) para a realização de shows de cover de Raul Seixas e Renato Russo.

9- Banda Dahu

Originada em abril de 2001 , a BANDA DAHU traz aos palcos um vasto repertório nacional e internacional sempre mesclando as músicas atuais com as clássicas
que marcaram época.
De acordo com o líder da banda o diferencial da Dahu é levar ao público em geral um show diversificado, com um repertório alegre e dançante, totalmente selecionado para cada ocasião. Conta Sal.

A BANDA DAHU, vem despontando como uma das melhores bandas da comunidade brasileira no Japão. Tamanha dedicação rendeu a Dahu dois título de melhor banda no Brazilian International Press Awards Japan nos anos de 2013 e 2014.

10- Rap Santana Magori & Alessandra Oliveira

Santana Magori, é cantor e compositor, aos 15 anos de idade começou a gostar do movimento hip-hop. Atualmente mistura influência do Break Dance, Rap e música Gospel. As influências musicais vem do rappers Tupac, Dr.Dre,Eminem,Pregador Luo e Shin a.k.a Mamiya.

Alessandra kiko oliveira tem 33 anos e moro em Gifu.
A brasileira canta e toca teclado desde os 13 anos em igreja evangélica. Atualmente faz parte da banda da Dinamus em Kani.

11- RDD (revolution dinamus dance)

O grupo existe à 10 anos e mistura estilos como:hip-hop, break dance, jazz contemporâneo, aerial silk com performance  acrobática e flamenco.

1)Ana Carolina Makie Ariki Shinohara
2) Jessica Murata dos Anjos
3)Renata yuri shimada yoshino
4)Leisly Jazmin Yzaguirre Oshiro
5)Larissa yumi shibuya
6)Natascia yukari maeda
7)Caio da Silva Uechi
8)Julio Nomura
9)Alex Noboru kina
10)Ronaldo Shimamoto

12- Van Dance Jump

Vanessa Tsuji, lidera uma turma animada de “Jump” na região de Gunma. Essa é a primeira vez que a professora e suas alunas participam do Festival Brasil em Tóquio. Para muitos japoneses a modalidade do Jump ainda é desconhecida. Vanessa mistura coreografias do funk, axé e outros estilos dançantes nas apresentações do grupo e acredita que essa é uma ótima oportunidade para fazer os japoneses e brasileiros interagirem com ela no evento.

Mais informações do FESTIVAL BRASIL no https://www.facebook.com/events/305096213773672/