Comunidade

Lição 25 de japonês – Entrem embaixo das mesas

Entrem embaixo das mesas.

Enquanto a Anna está em uma aula de japonês do professor Suzuki, o edifício da escola começa a balançar.

Expressão do dia:

TSUKUE NO SHITA NI HAIRE

Internet Móvel

Diálogo

先生 地震だ。みんな、落ち着いて。
机の下に入れ。
É um terremoto. Fiquem todos calmos. Entrem embaixo das mesas.

Professor JISHIN DA. MINNA, OCHITSUITE.
TSUKUE NO SHITA NI HAIRE.
先生 揺れは収まったようだ。 Parece que o tremor passou.

Professor YURE WA OSAMATTA YÔ DA.
アンナ びっくりした。日本は本当に地震が多いですね。 Que susto! Realmente, no Japão tem muitos terremotos, não?

Anna BIKKURI SHITA. NIHON WA HONTÔ NI JISHIN GA ÔI DESU NE.

Dicas de gramática

YÔ DA / YÔ DESU

YÔ DA é a forma casual de YÔ DESU e indica que quem fala analisa uma situação e, depois, faz uma avaliação a respeito do estado das coisas.
Antes de YÔ DA, não se podem usar verbos na forma MASU.
ex.) YURE WA OSAMATTA YÔ DA.
(Parece que o tremor passou.)

* OSAMATTA = Forma TA do verbo OSAMARIMASU (passar, acalmar-se)

Diferança entre as partículas WA e GA

WA: a partícula que indica o tópico
GA: a partícula que indica o sujeito

O tópico é o tema de uma sentença. O tópico é indicado pela partícula WA. O sujeito está relacionado com o tópico, e é indicado pela partícula GA e, às vezes, pela partícula WA. No predicado da sentença, indica-se o que o sujeito faz ou em que situação ou condição o sujeito está.
ex.) ZÔ WA HANA GA NAGAI.
(No que se refere a elefantes, sua tromba é longa.)

Verbos na forma imperativa (Lição 25)

Vou explicar como colocar verbos na forma imperativa a partir da forma MASU. Primeiramente, para verbos que têm a vogal E na sílaba anterior a MASU, substitui-se MASU por RO. Por exemplo, TABEMASU (comer) se torna TABERO (coma).

No caso de verbos que têm a vogal I na sílaba anterior a MASU, existem dois padrões. Em um deles, troca-se MASU por RO. OKIMASU (acordar) se torna OKIRO (acorde). No outro padrão, retira-se MASU e troca-se a vogal da sílaba anterior por E. HAIRIMASU (entrar), um verbo do diálogo de hoje, segue esse padrão. A sua forma imperativa é HAIRE (Entre).

No entanto, KIMASU (vir) é uma exceção. Esse verbo se torna KOI (venha).

A forma imperativa é bastante assertiva. Ela é geralmente usada por homens quando falam a amigos ou crianças para fazer algo. As mulheres geralmente não usam essa forma.

Uma expressão imperativa mais polida usada tanto por homens quanto por mulheres é a seguinte. Retira-se a parte MASU de verbos na forma MASU, e acrescenta-se NASAI no seu lugar.

TABEMASU (comer) se torna TABENASAI (coma). HAIRIMASU (entrar) se torna HAIRINASAI (entre).
Por favor, verifique a página “Ferramentas de aprendizado”.