Culinária

15 Comidas Tradicionais em Okinawa

15 Comidas Populares em Okinawa para você Experimentar
Apesar de Okinawa fazer parte do território japonês, há muitas coisas que o difere do resto do Japão, tais como o clima, sem contar todo o seu contexto histórico, cultural e geográfico. No que se refere à culinária local, observa-se que Okinawa recebeu uma grande influência de outras regiões do país assim como de todo o Sudeste Asiático, China e Estados Unidos.

Todas as suas características distintas causou um grande impacto na alimentação e no estilo de vida do povo okinawano, que até 1879 faziam parte do Reino de Ryukyu – uma monarquia totalmente independente do resto do Japão, com a sua própria cultura, língua e história.

Internet Móvel

Depois de ser incorporado ao Japão, tornando-se uma província na qual estão incluídas centenas de ilhas que se estendem por mais de 1.000 quilômetros, Okinawa acabou sendo envolvida em uma sangrenta batalha durante a Segunda Guerra Mundial e passou a ser governada pelos EUA até 1972, o que explica a grande influência americana sobre as ilhas.

Quem visita Okinawa não se encanta apenas com as belas praias e o povo hospitaleiro. Se encanta também com todas a história e cultura local, assim como a sua culinária onde estão incorporados ingredientes típicos da região. Confira abaixo 15 pratos tradicionais de Okinawa que você precisa experimentar assim que tiver a oportunidade de fazer uma visita.

1. Okinawa Soba

Embora o nome nos lembre o famoso macarrão disponível no continente japonês, Okinawa Soba é completamente diferente. É feito de trigo ao invés de farinha de trigo sarraceno, e, portanto, se assemelha mais ao macarrão udon do que o macarrão soba. Okinawa Soba são servidos em uma tigela com bastante caldo e variadas coberturas, assim como o Ramen.

Uma cobertura popular são costelas de porco cozidas, chamadas de Soki. Por esta razão, este prato muitas vezes é chamado de Soki Soba ao invés de Okinawa Soba. O macarrão também é servido com algumas fatias de Kamaboko, cebolinha e gengibre em conserva.

2. Taco Raisu

Taco Raisu surgiu algum tempo depois do fim da Segunda Guerra por influência americana em Okinawa. É um prato popular e barato e consiste em ter todos os ingredientes de um taco, exceto o taco… Carne moída, queijo, molho de tomate, tomates picados, cebola e salsa são servidos sobre o arroz. Apesar de não ser um prato japonês tradicional, é delicioso!

3. Goya Champuru

Goya é um legume de sabor muito amargo bastante apreciado em Okinawa. No Japão também é chamado de nigauri (abóbora amarga) ou nigagori e no Brasil é conhecido pelos nomes melão de São Caetano, melão amargo ou mormódica. Goya Champuru é um prato tradicional em Okinawa que consiste em um refogado desse legume com carne de porco, tofu e ovos.

Existem algumas variações desse prato onde a carne de porco é substituída por SPAM, uma espécie de carne de porco processada e enlatada, trazida à ilha pelos americanos. Se você for à Okinawa, vai encontrar muitos pratos com este ingrediente. Outra variação do prato é o Papaya Champuru onde o goya (abóbora amarga) é substituído por mamão verde.

4. Jimami Tofu (Tofu com Amendoim)

Jimami em Okinawa refere-se a amendoins. Em outras palavras, o Jimami Tofu seria “tofu com amendoim”. Você pode estar pensando que se trata de tofu com gergelim, mas, na realidade, a textura do Jimami tofu é muito mais suave e realmente desliza suavemente pela garganta. Em Okinawa, este prato é realmente muito apreciado não só pelos nativos como pelos turistas.

5. Ashi Tebichi (Sopa de Pé de Porco)

Ashi Tebichi é um ensopado típico de Okinawa feita com pé do porco, algas e daikon. Este prato é rico em colágeno que como sabemos é muito importante para a saúde da pele. Além disso, o pé do porco tem baixo teor de gordura, é muito nutritivo e muito saboroso. Por estes motivos, este prato tornou-se muito popular especialmente entre os idosos okinawanos.

6. Sata Andagi (Donuts de Okinawa)

Sata Andagi é a junção das palavras Sata (açúcar), Anda (ôleo) e Agi (frito). Trata-se de palavras do dialeto local e portanto podemos deduzir que trata-se de um bolinho doce e frito, estilo donuts, feita com uma mistura de farinha, açúcar mascavo e ovos.

A textura desse bolinho é simplesmente incrível, crocante e dourada por fora e macia e leve por dentro. Dizem que este bolinho surgiu a partir de uma combinação de técnicas chinesas e japonesas. Já outros dizem se tratar de um doce trazido da China muito tempo atrás.

7. Tofuyo (tofu fermentado com awamori)

Esta delícia de Okinawa é um tipo de tofu fermentado com arroz maltado e awamori, chamado de Shimatofu. Esse processo de fermentação leva alguns meses para ser concluído e uma levedura vermelha é adicionado no processo o que lhe confere uma cor avermelhada, um sabor bastante intenso e a sua aparência lembra muito a de um queijo.

O Tofuyo geralmente é servido em porções bem pequenas e consumidos com palitos. Muitas vezes é um aperitivo para acompanhar bebidas alcoólicas tais como vinho ou awamori.

8. Rafute (Guisado de barriga de porco)

Rafute é uma espécie de guisado de carne de porco cortado em pedaços grandes (geralmente a parte da barriga do porco).

A carne é cozida em molho de soja e caldo de peixe, e às vezes Awamori também. Os pedaços de rafute são por vezes servido com um pouco de mostarda como tempero. O sabor da carne é geralmente muito rica e saborosa.

Uma das características do Rafute é que a carne é muito macia e praticamente derrete na boca.

Antigamente, esse prato era destinado somente à corte real do reino Ryukyu, mas hoje tornou-se um prato acessível para todos, comumente servido em ocasiões especiais ou Ano Novo, juntamente com Okinawa Soba ou com outro prato principal.

9. Mimiga (orelha de porco à vapor)

Carne de porco é muito apreciada em Okinawa e podemos ver muitas partes desse animal sendo aproveitadas nos pratos. As orelhas do porco é uma delas. Para nós brasileiros, acostumados com a famosa feijoada pode não ser algo tão surpreendente não é mesmo? Em Okinawa as orelhas são cortadas em fatias finas e cozidas no vapor com vinagre.

Ele tem uma textura crocante e é geralmente temperado com molho ponzu, sal, maionese ou molho de amendoim. Mimiga é um prato que serve como aperitivo durante a degustação de Awamori (um vinho típico de Okinawa) ou Orion, uma cerveja típica da região.

10. Nakami no Suimono (Sopa de Tripa de Porco)

Como percebemos, carne de porco é muito popular em Okinawa e quase tudo dele é aproveitado, incluindo seu intestino. Isso mesmo… Nakami no suimono é uma sopa feito com as tripas do porco e servido em ocasiões especiais e no Ano Novo. São cozidos por um longo tempo no molho de soja e depois servidos com cobertura de gengibre e alho-poró.

Dá um pouco de trabalho para limpar as vísceras do porco e também se livrar daquele cheiro tão característico, mas por se tratar de um ingrediente comum na culinária Okinawana, é comum encontra-las já devidamente limpas em supermercados e açougues locais.

11. Irabu Jiru (Sopa de Serpente do Mar)

Sim, isso mesmo que você leu… Irabu Jiru é uma sopa de serpente do mar. Esta sopa fazia parte da alimentação da alta corte no Reino Ryukyu muito tempo atrás, mas hoje é um prato acessível para toda a população. O Irabu (serpente do mar) é uma espécie muito venenosa e encontrada principalmente ao redor das ilhas Kudaka, Ishigaki e Miyako.

O Irabu é dissecado e defumado com a pele e depois cozida com pé de porco e kombu. O cheiro do Irabu é bem intenso e pode ser desagradável para muitas pessoas, mas segundo o povo okinawano, a sopa é muito nutritiva e traz muitos benefícios para a saúde como a redução da pressão arterial. Também tem propriedades afrodisíacas e rejuvenescedoras.

12. Yagi Sashimi (carne de cabra cru)

Yagi sashimi é um prato feito com carne de cabra cru. As fatias de carne de cabra cru são apresentados e consumidos da mesma maneira que um sashimi de peixe ou frutos do mar. Dizem que o sabor é bem forte e a textura parece borracha. Por este motivo não é muito apreciado pelos turistas estrangeiros. Como se diz por aí, esse prato é para os fortes…

13. Umibudo (Uvas do Mar)

Umibudo significa, literalmente, “uvas do mar” em japonês, e este tipo de algas, de fato, assemelha-se a uvas verdes miniaturas. O umibudo também é conhecido como “caviar verde”, pois tem uma textura macia que libera um líquido salgado quando mordido. É geralmente servido com pouca preparação, ou seja, apenas com um pouco de vinagre ou molho de soja.

Em muitos restaurantes em Okinawa, encontramos o umibudo em saladas, como ornamento para sashimi, cobertura para o arroz ou macarrão e até sobremesas. Por ser pouco calórico e rico em minerais, os okinawanos dizem que o umibudo é muito bom para a saúde, sendo apontado inclusive como um dos responsáveis pela longevidade desse povo.

14. Sukugarasu (Tofu com peixe Suku)

Sukugarasu é um aperitivo muito popular em Okinawa que consiste em pequenos cubos de tofu com um peixe chamado “Suku” sobre ele. Este prato muitas vezes é consumido como um lanche para acompanhar cerveja ou awamori. O “Suku” é um pequeno peixe, com cerca de 3 a 4 cm de comprimento e pele prateada e brilhante, muito comum no sul do Japão.

A temporada de pesca é entre junho e agosto e além do Sukugarasu, os okinawanos gostam de consumir o peixe suku frito ou em forma de sashimi. Para fazer Sukugarasu, os peixes são marinados com sal natural por cerca de 8 a 12 meses. O intenso sabor do peixe combinado com a suavidade do tofu agrada não só os nativos como também os turistas.

15. Beniimo Taruto (Torta de batata roxa)

Beniimo (batata roxa) é muito utilizado na confecção de muitos pratos salgados e doces em Okinawa tais como chips, sorvetes, purê, tempurá, etc. Uma iguaria popular feita com esse tubérculo é o Beniimo Taruto, uma espécie de torta com creme de batata roxa. O sabor levemente adocicado e a sua cor brilhante realmente é um convite para o nosso paladar.

Fonte: Japão em Foco