Comportamento

Beber água da torneira pode ser prejudicial a saúde

Muitas pessoas ainda têm o hábito de consumir água direto da torneira sem a utilização de um filtro. Afinal, é só abrir a torneira, colocar em um copo e “ver se está tudo bem“. O problema é que mesmo aparentemente límpida, a água pode carregar substâncias nocivas à saúde como chumbo, mercúrio ou pesticidas.

E para evitar esse tipo de problema, o uso de filtros convencionais de cozinha ou mesmo levar a água à fervura podem ser boas soluções. Mas para acabar com o problema de vez, a instalação de um filtro junto à saída de água da torneira pode ser ainda mais efetivo. Isso porque, além do consumo direto de água, essas substâncias deixarão de entrar em contato, por exemplo, através de verduras ou frutas lavadas com essa água.

Internet Móvel

Como funciona um filtro acoplado à torneira?

A maior parte dos filtros utiliza uma forma de carvão ativado para absorver as moléculas na superfície, impedindo que impurezas saiam dali. Além disso, há uma troca iônica acontecendo: íons prejudiciais versus íons inofensivos de mesma carga trabalhando incesantemente para inibir essas substâncias. Já existem soluções de filtro mais avançados que usam, por exemplo, cascas de coco como pequenas esponjas que prendem bactérias e metais pesados, inibindo ainda mais a invasão dessas substâncias.