Tecnologia

Empresa japonesa recria BlackBerry Passport e faz sucesso na web

Um novo telefone que lembra muito o BlackBerry está dando o que falar na internet: a empresa japonesa Unihertz colocou o smartphone, batizado de Titan, numa plataforma de financiamento coletivo para viabilizar o projeto. Apesar de atraente, a ideia é voltada para um público específico: pessoas que precisam de um telefone mais resistente e com mais mobilidade para escrita. Pelo design, não é difícil descobrir em que aparelho ele foi baseado, pois lembra muito um BlackBerry Passport.

Restando pouco mais de 40 horas para encerrar, o projeto está listado dentro da categoria de “Tudo ou Nada” do Kickstarter. Isso significa que se a meta estipulada pela empresa não for batida até o último dia, o Titan não vai sair do papel e todo dinheiro arrecadado será devolvido aos apoiadores.

Internet Móvel

Entretanto, a meta inicial de US$ 100 mil foi superada em mais de sete vezes e está a pouco menos de US$ 250 mil para atingir US$ 1 milhão (cifra que ultrapassa R$ 4,1 milhões). Mais de 3 mil apoiadores já demonstraram interesse no equipamento.

A proposta da Unihertz é ressuscitar a praticidade que o BlackBerry oferecia aos profissionais que passavam muito tempo digitando e-mails na rua, mas reimaginá-lo com as tecnologias atuais. Para se ter uma ideia, o Titan funciona com o Android 9 (Pie), possui tela quadrada de 4,6 polegadas, processador Helio P60 (MediaTek), memória RAM de 6 GB, bateria de 6.000 mAh que recarrega também sem fio, conectividade USB-C, leitor de impressão digital, reconhecimento facial e também NFC, tudo isso em um telefone robusto com um teclado físico retroiluminado.

A altura do Titan não é diferente dos smartphones atuais, contudo sua espessura de 16,53 mm não tem como passar despercebida ao se avolumar no bolso da calça, por exemplo. Outro fator que o remete ao passado é o peso de 303 gramas, nada atraente aos consumidores de hoje.

Outro ponto negativo ressaltado pelo portal The Verge é que alguns dos aplicativos que os usuários já estão acostumados em seu dia a dia não estão adaptados para o display quadrado do telefone, que possui uma resolução de 1430 x 1438 pixels. Na experiência com o Instagram principalmente, o Titan deixa a desejar porque corta as partes superior e inferior dos Stories.

Em contrapartida, a tela quadrada funciona perfeitamente para quem vive redigindo e-mails ou precisa escrever em formatadores de texto (jornalistas, por exemplo). Além de fornecer um layout mais adequado aos e-books, permitindo uma leitura mais confortável no aparelho.

O preço do Titan no Kickstarter é de US$ 258 (cerca de R$ 1.080 em conversão direta). A expectativa é de que o valor suba para US$ 359 (R$ 1.500) quando ele sair do financiamento coletivo.

A fabricante oferece frete grátis para Estados Unidos, Alemanha, Japão, Reino Unido, França, Itália e China, além de prometer que o telefone estará nas mãos dos apoiadores em dezembro deste ano. O Brasil não figura entre os países que vão receber o smartphone.

Ficha técnica do Unihertz Titan

  • Lançamento: previsão dezembro de 2019
  • Tela: 4,6 polegadas
  • Resolução de tela: 1430 x 1438 pixels
  • Câmera principal: 16 megapixels
  • Câmera frontal: 8 megapixels
  • Processador: Helio P60
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 6.000 mAh
  • Sistema: Android 9 (Pie)
  • Dimensões: 153,6 mm x 92,5 x 16,65 mm
  • Peso: 303 gramas
  • Cores disponíveis: preto