Nacional

A arte do arco japonês tradicional

O Japão é conhecido como a terra do sol nascente. Além de ser uma sociedade repleta de tecnologias de ponta, as antigas tradições são inesquecíveis e amplamente praticadas.

Honra e respeito próprio valorizam o refinamento cultural neste país asiático. Um testemunho disso é evidente com o “arco”.

Internet Móvel

Curvar-se na língua japonesa é chamado ojigi. É uma das principais formas pelas quais os japoneses demonstram respeito uns pelos outros e costumam dizer olá ou tchau, obrigada, desculpe ou quando pedem um favor.

Existem cinco maneiras diferentes de se curvar, e o tipo de arco usado depende da situação, da idade de para quem você está se curvando e do ambiente social, como o local de trabalho.

O Japão, como muitos países asiáticos, é uma sociedade hierárquica. Esse é um fator importante para entender como a pessoa interage com os outros, bem como as expectativas. Quanto mais baixo o nível do arco, mais respeito, gratidão ou tristeza se transmite.

O primeiro é um leve aceno de cabeça para saudar amigos, pessoas mais novas ou subordinados no escritório.

O próximo é eshaku, um arco usado para saudar pessoas que alguém conhece, mas talvez não muito. O ângulo deste arco é de cerca de 15 graus.

O terceiro tipo é chamado keirei, que é um arco formal usado para mostrar respeito pelos mais velhos ou pelo seu chefe.

O quarto tipo é um arco de 45 graus chamado saikeirei, que é usado para transmitir um respeito profundo e grande consideração.

Por último, há o arco ajoelhado chamado dogeza. Ele deve ser usado quando se cumprimenta alguém de alto nível, e isso também é feito quando alguém cometeu um grave erro e precisa se desculpar. Às vezes o dogeza é realizado quando se busca um favor importante de alguém.

Nos tempos feudais, não se curvando ou mesmo curvando-se indevidamente a um samurai ou senhor poderia levar à sentença de morte no local. Naturalmente, tais punições não existem mais, mas a expectativa de se curvar adequadamente ainda permanece.

Em todos os segmentos da sociedade japonesa, o ojigi é uma parte essencial do costume japonês. Por exemplo, ao atravessar uma estrada, pedestres – incluindo crianças – curvam-se ao motorista que estava esperando que eles cruzassem como sinal de gratidão.

Essa etiqueta demonstra como os japoneses combinaram de forma imaculada as antigas virtudes do respeito e da honra na sociedade moderna – desenvolvendo-a como uma bela arte.