Tech

Toyota usa gerador movido a hidrogênio para operar fábrica no Japão

Toyota usa células de combustível de hidrogênio para abastecer tudo, de carros comuns a veículos lunares. Agora, a montadora japonesa está testando o material no abastecimento de uma de suas fábricas no Japão. Um ‘gerador’ experimental foi construído usando componentes do Toyota Mirai, carro movido a hidrogênio, e mostra como é possível fornecer eletricidade com emissão zero para edifícios e veículos.

O gerador usa dois sistemas completos do Mirai, de acordo com a Toyota. Cada sistema inclui uma pilha de células de combustível (que é a parte que realmente transforma o hidrogênio em eletricidade), uma unidade de controle de energia e uma bateria de reserva. O reaproveitamento dos componentes do Mirai ajuda a manter os custos baixos.

Internet Móvel

A Toyota planeja operar o gerador 24 horas por dia em sua fábrica. A companhia vai monitorar a eficiência do gerador (a quantidade de eletricidade produzida a partir de uma determinada quantidade de hidrogênio), a capacidade de fornecer eletricidade de forma consistente, sua durabilidade e facilidade de manutenção. Se tudo correr bem nos testes, a Toyota deve aplicar as células de hidrogênio em outras instalações.

A montadora ainda tem um plano para produzir hidrogênio em suas próprias fábricas. A Toyota acredita que pode obter o material como subproduto da fabricação de componentes do sistema de células de combustível. Encontrar uma forma ambientalmente correta de produzir grandes quantidades de hidrogênio continua sendo um dos principais obstáculos para estes sistemas.

Apesar dos problemas, a Toyota continua tratando as células de hidrogênio como a solução do futuro, tendo o Mirai como seu carro-chefe. A montadora também está testando um caminhão movido a hidrogênio na Califórnia e planeja introduzir ônibus da categoria nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Além disso, está trabalhando com a JAXA, a agência espacial japonesa, para desenvolver um veículo lunar com este combustível.