Notícias

Castanha japonesa pode ser opção de renda para agricultores do sul de Minas

Você já ouviu falar de “castanha kurí” ou “castanha japonesa”? Saiba que essa é uma atividade que vem chamando a atenção no sul de Minas Gerais.

Em termos de sabor, a castanha japonesa é muito parecida com a castanha portuguesa, que é mais conhecida no Brasil. Vai bem em pratos doces e salgados e pode ser assada ou cozida.

O agricultor Hisashi Amagai é japonês e está no Brasil desde 1965. Depois de muitos anos na atividade, ele teve a ideia de testar o plantio da castanha japonesa. E deu certo. Neste ano, a expectativa dele é produzir 50 toneladas.

Especialistas veem a castanha como uma boa alternativa de renda para os produtores do sul de Minas, já que o quilo do produto custa em torno de R$ 40.