Comportamento

Comprimento dos dedos da mulher pode revelar tendência sexual

Uma pesquisa da Universidade Essex na Inglaterra afirma que o comprimento dos dedos da mão esquerda na mulher podem revelar a sua tendência sexual.
Segundo a pesquisa, as mulheres que têm o comprimento dos dedos anelar e indicador desiguais, têm uma alta possibilidade de se tornarem lésbicas.

Os cientistas mediram o comprimento dos dedos de 18 pares de gêmeas idênticas, sendo que em todos os pares, uma das gêmeas era “heterossexual” e a outra, “lésbica”.
Na média, as “lésbicas” tiveram o comprimento dos dedos anelar e indicador desiguais, enquanto que as gêmeas “heterossexuais” tinham comprimento dos dois dedos iguais.
Sabe-se que comprimentos diferentes do dedo anelar e do dedo indicador na mão esquerda é uma característica típica dos homens.

Essa relação entre o comprimento dos dedos e a sexualidade só foi verificada na mão esquerda das gêmeas do sexo feminino.
A mesma experiência foi realizada em gêmeos idênticos do sexo masculino, com as mesmas características: um dos gêmeos era “gay” e o outro “heterossexual”, e nenhuma relação entre a tendência sexual e o comprimento dos dedos foi verificada.

Segundo os cientistas, o fato de haver diferentes tendências sexuais entre gêmeos e gêmeas idênticos, que compartilham 100% dos seus genes, só pode ser explicado por fatores não-genéticos.
Os pesquisadores acham que uma exposição a um nível maior ou menor de testosterone (hormônio masculino) durante a gestação dos fetos no útero causam as diferenças na tendência sexual.
Os fetos que têm uma exposição maior ao testosterone teriam uma tendência maior a se tornarem homossexuais ou bissexuais.
E essa tendência poderia ser verificada através do comprimento dos dedos da mão esquerda nas mulheres, conclui o estudo.