Notícias

Político japonês se desculpa por ter leiloado máscaras na internet

Um deputado do Japão pediu desculpas por embolsar cerca de R$ 411 mil ao leiloar máscaras cirúrgicas online, muito escassas no país por causa da epidemia de coronavírus.

Hiroyuki Marota, membro da assembleia regional de Shizuoka (centro do país) e proprietário de uma empresa de importação, declarou em entrevista coletiva que havia leiloado online, durante um mês, muitas máscaras – cerca de 2.000 – e que com isso, ganhou 8,88 milhões de ienes (R$ 411 mil).

Cada lote foi vendido por entre 34.000 e 170.000 ienes (291 a 1.456 euros), disse ele à imprensa japonesa.

Marota explicou que havia comprado o equipamento há dez anos na China por 15 ienes por peça (R$ 0,70), segundo o jornal regional “Shizuoka Shimbun”, de modo que um lote de 2.000 máscaras lhe custaram 30 mil ienes (R$ 1.390).

“Eram reservas que eu tinha na minha empresa há anos. Não posso dizer que o lucro que obtive foi injustificado”, disse ele. “Mas, como membro da assembleia da prefeitura, tenho uma responsabilidade moral”.

O deputado foi muito criticado e disse que o preço correspondia ao do mercado.