Tecnologia

Google+ será desligado no dia 2 de abril

O ano de 2018 foi terrível para o Google+, a rede social que parecia não ser frequentada por muita gente, mas que expôs informações pessoais de dezenas de milhões de usuários. Ela já havia sido “suspensa” em outubro, mas uma nova falha levou a Google a confirmar o seu fim definitivo para abril de 2019.

Agora, a empresa anunciou uma data específica que marcará o fim da versão para o consumidor final do Google+: 2 de abril de 2019. Nesta data, informa a Gigante da Web, todos os conteúdos criados pelos usuários começarão a ser removidos, o que inclui fotos, vídeos e páginas criadas.

Internet Móvel

Existe uma ferramenta para download de todo o conteúdo que você enviou para o Google+ (clique aqui para acessá-la) e a companhia avisa, ainda, que fotos e vídeos salvados no Google Fotos não serão removidos.

Processo longo
A Google cita que o processo para exclusão do conteúdo criado pela galera “levará alguns meses” até ser concluído, com alguns materiais inclusive ficando disponível ao longo desse período.

“Por exemplo, usuários podem continuar a ver partes de sua conta do Google+ por meio do registro de atividade e alguns conteúdos de usuário do Google+ pode permanecer visível para usuários da G Suite até que o Google+ para consumidores seja deletado”, explica a companhia.

Cronograma

  • A partir de 4 de fevereiro, não será mais possível criar novos conteúdos dentro da rede social;
  • A partir de março de 2019, moderadores e donos de comunidades do G+ terão à sua disposição novos conteúdos para download;
  • A ferramenta de comentários do G+ que é usada em páginas fora da rede social deixará de funcionar em
  • 4 de fevereiro no Blogger e em todos os demais sites em 7 de março;
  • O botão de login com o Google+ deixará de funcionar nas próximas semanas e em alguns casos será substituído pelo botão de login com o Google.
  • Vale destacar que a versão para uso comercial do Google+, distribuída dentro da G Suite, continuará a funcionar normalmente.