Tecnologia

Intel levará biometria facial, IA e outras tecnologias para Olimpíadas de Tóquio

Intel anunciou, nesta quarta-feira (11), uma parceria com o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio para levar novas tecnologias para o evento em 2020. A companhia divulgou um portfólio de soluções que envolvem inteligência artificial, rastreamento, análise de dados e reconhecimento facial.

“A Intel está focada em oferecer integrações de tecnologia de classe mundial nos Jogos Olímpicos de Tóquio para melhorar a experiência de atletas, participantes, espectadores e funcionários do evento, além de demonstrar como a tecnologia pode transformar os negócios. Estamos empolgados em fazer o primeiro de uma série de anúncios sobre nosso papel nos Jogos” disse Rick Echevarria, gerente geral do Programa Olímpico da Intel, em um comunicado. Conheça algumas das novidades anunciadas:

Internet Móvel

3D Athlete Tracking

A solução usa visão computacional e inteligência artificial para aprimorar a transmissão das competições para os fãs do evento. Em um vídeo, a Intel exemplificou como a tecnologia funciona com atletas de corrida. Com quatro câmeras, a solução captura os movimentos dos corredores e a velocidade de cada um. O sistema, que poderá ser usado por emissoras, transforma os dados em insights e em uma trilha visual atrás do atleta, que muda de tom de acordo com as acelerações.

Treinamentos em realidade virtual

Em parceria com o Comitê Olímpico Internacional (COI), a Intel está desenvolvendo uma solução de realidade virtual para recriar imagens das instalações olímpicas e ajudar a treinar funcionários do evento. Segundo a companhia, o objetivo é criar uma experiência imersiva de aprendizado.

NeoFace

A solução, desenvolvida junto com a empresa japonesa NEC e alimentada pelo processador Intel Core i5, será usada em pontos na entrada do evento para agilizar a verificação da identidade dos 300 mil participantes, incluindo atletas, treinadores, jornalistas e funcionários. Segundo a Intel, a NeoFace será usada para evitar a formação de filas e combater fraudes.

2020Beat

Até mesmo a “batida oficial das Olimpíadas” foi criada com ajuda de tecnologia. Cinco ritmos diferentes e mais de mil amostras sonoras relacionadas a esporte, cultura japonesa, vida cotidiana e natureza foram agrupadas em uma solução de inteligência artificial da Intel. A partir disso, um ritmo inédito foi criado para ser reproduzido em diversos locais durante os jogos.