Notícias

Capivaras ganham vida de luxo no Japão

O ano novo chinês celebrado no último dia 25 de janeiro é o Ano do Rato. Curiosamente, muitos japoneses celebraram o ano novo adotando a figura da capivara como símbolo desse novo período.

O animal é considerado o maior roedor do mundo e chegou ao país em 1960 para ser estudada pelos biólogos japoneses. Desde que passaram a surgir em comerciais de TV e jornais, as simpáticas capivaras se espalharam pelos zoológicos ganhando um tratamento diferenciado.

Elas contam com banhos termais climatizados e diversas regalias culinárias para relaxarem de modo absoluto. Mais de cem instituições no Japão têm acomodações para os bichos.

Um dos locais, por exemplo, é zôo de Suzaka, em Nagano, onde é possível vê-las tomando banho termal com pétalas de crisântemos.

Para quem estava acostumado a ver esses animais vagando perto de rios e brejos no Brasil, em seu habitat natural, é impossível não sorrir com a cara dos bichinhos, principalmente da capivara da última cena do vídeo que toma banho dentro de um barril.

Algumas cafeterias especializadas em animais de estimação, como a Animeal, de Osaka, têm capivaras fazendo as previsões da sorte para o ano.

As capivaras adultas chegam a pesar entre 50 e 60 quilos e vivem entre 5 e 10 anos, em média.