Notícias

Após 3 meses, navio Diamond Princess deixa o Japão

Após três meses, o navio de cruzeiro Diamond Princess deixou a baía de Yokohama, no Japão, onde estava bloqueado desde o início de fevereiro por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), e agora segue para a Malásia.

Com 3,7 mil passageiros a bordo de 565 diferentes nacionalidades, a embarcação registrou mais de 700 contágios da doença e 13 vítimas fatais, informou em nota a divisão japonesa da empresa norte-americana Carnival.

Internet Móvel

Segundo a companhia, todo o navio passou por um processo de higienização seguindo os protocolos do Ministério da Saúde do Japão e por uma reestruturação interna nas oficinas da Mitsubishi. Já a parada na Malásia servirá para que os últimos tripulantes possam desembarcar e seguir para suas casas.

A Carnival Japan ainda informou que as viagens do Diamond Princess ao largo do Japão estão suspensas até o dia 1º de outubro, mas não há ainda a programação das próximas saídas.

O navio era guiado pelo comandante italiano Gennaro Arma, junto a outros 15 italianos na tripulação, e todos testaram negativos por duas vezes para a doença.